Notícias

Energia do bem que contagia

Visitar asilos, participar de mutirões para montar uma horta comunitária no bairro, passear com cachorros que vivem nos Centros de Zoonoses... As opções de trabalho voluntário são inúmeras, assim como seus benefícios. Além de gerar impacto positivo na comunidade, fazer uma boa ação faz bem aos próprios benfeitores.

Diminuição do estresse, combate à depressão, crescimento da confiança e da tolerância e até aumento da expectativa de vida são alguns dos benefícios do trabalho voluntário, atestados pela ciência. Ainda assim, menos de 20% da população brasileira está envolvida com alguma atividade de voluntariado, segundo pesquisa Ibope.

Consciente de seu compromisso com o desenvolvimento coletivo e sempre em busca de engajar seus colaboradores na transformação das comunidades onde atua, a AES faz parte do time de empresas que integra o voluntariado a seu planejamento estratégico.

Desde 2008, possuímos o Energia do Bem, programa de voluntariado próprio, que busca utilizar a expertise de nossos colaboradores no setor elétrico em favor do bem comum, com ações de conscientização nas comunidades a respeito do uso seguro e eficiente da energia, além de campanhas cidadãs que vão desde a arrecadação de agasalhos até a formação de mutirões para doação de sangue.

GENTE DO BEM SE RECONHECE 
Às vésperas do Dia Internacional do Voluntariado, comemorado em 5 de dezembro, a AES promoveu em sua sede, em São Paulo, evento de reconhecimento aos voluntários que participaram das ações do Energia do Bem em 2015.

Motivos para comemorar não faltam! Neste ano, graças ao empenho dos nossos voluntários, pudemos beneficiar milhares de pessoas com nossas iniciativas. “Foram 480 pacientes ajudados por nossa Campanha de Doação de Sangue, R$ 6 mil arrecadados para a compra de cobertores na Campanha do Agasalho deste inverno, 1.114 crianças apadrinhadas na Campanha de Natal e 154 voluntários mobilizados no Dia da Energia do Bem, mutirão que conscientizou, simultaneamente, cerca de 5 mil pessoas, de 30 diferentes cidades, a respeito do uso seguro e eficiente de energia elétrica”, destacou Mirla Prieto, gerente de Comunicação da AES, na abertura do evento. “Sem contar os resultados que recebemos em sorrisos e amor, durante as próprias ações do Energia do Bem, que são imensuráveis”, completou.


Em clima de festividade, o encontro contou com apresentações musicais dos dos colaboradores Simone Costa, Eduardo Navarro, Cristina Mendes e Patrícia Pereira​, além de performance artística de 25 crianças do Centro Educacional Infantil Luz e Lápis, instituição escolar, mantida há mais de 25 anos pela AES Eletropaulo, que acolhe crianças de 1 a 5 anos de idade em risco social. Os pequenos arrancaram aplausos da plateia, formada por cerca de 100 convidados, entre líderes e demais colaboradores da AES. 

A INSPIRAÇÃO TAMBÉM VEM DE FORA
Marcos Szrajer, especialista em Gestão de Projetos no Terceiro Setor, também participou do encontro, enriquecendo ainda mais nossa conversa sobre voluntariado. Atuando no Instituto Alana há mais de um ano, ele dividiu com a plateia a expertise que ganhou à frente do projeto Satisfeito​, iniciativa que propõe uma parceria entre restaurantes e clientes para reduzir o desperdício de comida e, ao mesmo tempo, combater a fome infantil.

Funciona assim: os estabelecimentos interessados em participar do Satisfeito adotam medidas para redução do desperdício de comida em seus cardápios – como uso de ingredientes locais, reaproveitamento de alimentos ou mesmo diminuição das porções, sem reduzir o valor do prato. A partir daí, os clientes que querem aderir à iniciativa pedem por essas opções do cardápio, que são identificadas pelo símbolo do Satisfeito, e o dinheiro que os restaurantes lucram com essa escolha é enviado a organizações dedicadas a combater a desnutrição infantil. Entenda melhor no vídeo 

“Foi a maneira que encontramos de engajar as pessoas a fazer parte da solução dos problemas do desperdício de comida e da fome no mundo. Elas participam da mudança e ainda levam essa consciência para dentro de suas casas, multiplicando a corrente”, explicou Marcos. “É o mesmo princípio do trabalho voluntário. Pessoas engajadas inspiram quem está ao redor, formam uma corrente do bem e, quando percebemos, pequenas ações já geraram grandes transformações positivas na sociedade”, completou. 

Que tal aproveitar este Dia Internacional do Voluntariado para se engajar em alguma causa que acredita e fazer parte dessa corrente do bem? Você só tem a ganhar! Afinal, a energia que você espalha no mundo é a mesma que recebe de volta!    

© Copyright 2018 AES Eletropaulo - Todos os direitos reservados