Informações

Bandeiras Tarifárias

​​​​​​O que são Bandeiras Tarifárias?
Desde janeiro de 2015, as contas de energia serão são faturadas de acordo com o Sistema de Bandeiras Tarifárias, segundo a Resolução Normativa nº. 547/13 da Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL.

As bandeiras verde, amarela e vermelha indicarão se a energia custará mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade. O sistema possui três classificações de bandeiras: verde, amarela e vermelha – as mesmas cores dos semáforos.

O acionamento de cada bandeira tarifária será sinalizado mensalmente pela ANEEL, de acordo com informações prestadas pelo Operador Nacional do Sistema – ONS, conforme a capacidade de geração de energia elétrica do país.

A informação da bandeira vigente estará disponível permanentemente na homepage do nosso site e o período de aplicação da bandeira tarifária será o primeiro dia do mês subsequente à data de divulgação.
Para acesso a mais informações acesse o site da ANEEL  - www.aneel.gov.br

 

ATENÇÃO: Esclarecemos que o acionamento da bandeira vigente no mês não é uma multa e (verde, amarela ou vermelha) independe do seu consumo individual. Ela é definida pela Aneel, com base no custo de geração de energia elétrica do país e aplicada para todos os clientes do território nacional.

 

Entenda abaixo como funciona e os valores:

Bandeira Verde: Sem valor adicional cobrado na conta de luz. Aplicada quando as condições de geração de energia estão favoráveis.

Bandeira Amarela: A bandeira Amarela será de R$ 0,010 para cada 1 quilowatt-hora (kWh) consumido. Este valor será aplicado quando as condições de geração de energia estão menos favoráveis.

Bandeira Vermelha:  No acionamento da bandeira vermelha teremos dois valores, divididos conforme abaixo (estes valores serão aplicados quando as condições de geração de energia estão críticos):
• Patamar 1 (divulgada também como bandeira rosa): A bandeira vermelha patamar 1, será de R$ 0,030 para cada 1 quilowatt-hora (kWh) consumido;
• Patamar 2: A bandeira vermelha patamar 2, será de R$ 0,050 para cada 1 quilowatt-hora (kWh) consumido.​​​​​

Descubra como identificar a bandeira vigente
Bandeira Verde

Condições favoráveis de geração de energia. A tarifa não sofre nenhum acréscimo.
Bandeira Amarela

Condições de geração menos favoráveis. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,010 para cada 1 kWh (quilowatt-hora) consumido.
Bandeira Vermelha

Condições mais custosas de geração. os valores da Bandeira vermelha é dividido em:
  • Patamar 1 ​(divulgada também como bandeira rosa): A bandeira vermelha patamar 1, será de R$ 0,030 para cada 1 quilowatt-hora (kWh) consumido .
Patamar 2: A bandeira vermelha patamar 2, será de R$ 0,050 para cada 1 quilowatt-hora (kWh) consumido.
Dúvidas Frequentes

O que é Sistema de Bandeiras Tarifárias?

É um novo sistema de cobrança regulamentado pela ANEEL, que indicará se a energia custará mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade todo mês.

Como funciona?

O sistema possui três bandeiras: verde, amarela e vermelha – as mesmas cores dos semáforos.

 





 

Desde quando está valendo?

A partir de janeiro de 2015, as contas de energia serão faturadas de acordo com o Sistema de Bandeiras Tarifárias, segundo a Resolução Normativa nº. 626/14 da Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL.
As bandeiras verde, amarela e vermelha indicarão se a energia custará mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade.
Para facilitar a compreensão sobre o novo sistema das bandeiras tarifárias, ao longo dos anos de 2013 e 2014 (anos-testes), a AES Eletropaulo vem divulgando na sua conta de energia elétrica as bandeiras que estariam em funcionamento na sua região, como se o sistema já estivesse em funcionamento.

Como sei qual será a bandeira do próximo mês?

O acionamento de cada bandeira tarifária será sinalizado mensalmente pela ANEEL, de acordo com informações prestadas pelo Operador Nacional do Sistema – ONS, conforme a capacidade de geração de energia elétrica do país.


A informação da bandeira vigente estará disponível em nosso www.aeseletropaulo.com.br e o período de aplicação da bandeira tarifária será o primeiro dia do mês subsequente à data de divulgação.

Por que foram criadas as bandeiras tarifárias?

​A energia elétrica no Brasil é gerada predominantemente por usinas hidrelétricas. Para funcionar, essas usinas dependem das chuvas e do nível de água nos reservatórios. Quando há pouca água armazenada, usinas termelétricas podem ser ligadas com a finalidade de poupar água nos reservatórios das usinas hidrelétricas. Com isso, o custo de geração aumenta, pois essas usinas são movidas a combustíveis como gás natural, carvão, óleo combustível e diesel. Por outro lado, quando há muita água armazenada, as térmicas não precisam ser ligadas e o custo de geração é menor.

As bandeiras tarifárias são mais um custo que será incluído à conta de energia?

​As bandeiras tarifárias são uma forma diferente de apresentar um custo que hoje já está na conta de energia e geralmente passa despercebido. Atualmente, os custos com compra de energia, incorridos pelas distribuidoras, são incluídos no cálculo de reajuste das tarifas das distribuidoras de energia e são repassados aos consumidores cerca de um ano depois de ocorridos, quando a tarifa reajustada passa a valer. Com a sistemática das bandeiras tarifárias, haverá uma sinalização mensal do custo de geração de energia elétrica, dando a oportunidade ao consumidor de adaptar seu consumo.

Qual o subsistema que o estado de São Paulo pertence?

​Subsistema Sudeste/Centro-Oeste (SE/CO).

© Copyright 2018 AES Eletropaulo - Todos os direitos reservados